Eleições Sistema Cofecon/Corecons

Nesta quinta-feira (27) foi dada a largada para as eleições do Sistema Cofecon/Corecons 2016, a partir das 8h e seguem até às 20h do dia 31 de outubro, horário de Brasília.

Para votar, acesse o site www.votaeconomista.org.br e exerça o seu direito ao voto. Ou, para quem preferir, tem computador disponível na própria sede do Corecon-RN, desde que dentro do horário, de segunda à sexta, das 8h às 18h.

Leia Mais

NOTA OFICIAL – CORECON/RN

CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE

O Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte – CORECON/RN, atento e avaliando o preocupante estado de calamidade financeira do Estado do Rio Grande do Norte, a exemplo da maioria dos estados brasileiros, conclama o Governo do Estado para liderar um “Amplo entendimento pela Governabilidade do Estado do RN”.

Entendemos ser urgente que o Executivo convoque os demais poderes constituídos do Estado, além das Federações Empresariais, entidades representativas dos Servidores Públicos, Conselho de Economia, Ordem dos Advogados do Rio Grande do Norte (OAB RN), entre outras instituições, para unir esforços e as inteligências da sociedade civil organizada, na busca de um pacto.

Leia Mais

NOTA OFICIAL: PARA ALÉM DA PEC 241/2016

O Cofecon apoia a correção da geração de déficits persistentes e excessivos ocorrida no Brasil em período recente, mas o chamado “Novo Regime Fiscal”, proposto pela PEC 241/2016, pode trazer consequências desfavoráveis, passíveis de serem evitadas, ainda que deva favorecer a retomada da atividade econômica num primeiro momento.

A avaliação dos impactos da PEC 241 deve ser feita à luz de certas características da economia brasileira, onde: (i) a estrutura tributária é regressiva, ou seja, penaliza mais os mais pobres porque em nosso modelo prevalecem impostos sobre produção e consumo em detrimento dos impostos sobre renda e patrimônio; (ii) as despesas com juros da dívida pública são elevadíssimas, respondendo por cerca de 9% do PIB ao ano, algo sem comparação no mundo atualmente; (iii) a população idosa vai crescer de forma acelerada nos próximos anos, o que exigirá gastos bem maiores em benefícios previdenciários e assistenciais e em saúde; (iv) os investimentos públicos são irrisórios, inferiores a 1% do PIB, embora fundamentais para melhorar nossa infraestrutura e atrair outros investimentos. Leia Mais

Outubro Rosa

Parceria

O CORECON-RN,  em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde do Natal, participa da Campanha Outubro Rosa e contribui com a divulgação dos serviços e locais de atendimento ao exame de mamografia que são oferecidos gratuitamente à sociedade.

Vote SIM para regulamentação do exercício da profissão de Economista

Vote Sim PLS 658/2007

Para atualizar e regulamentar o exercício da profissão de Economista encontra-se no site do Senado Federal a Consulta Pública para recebimento de opiniões dos cidadãos, com fulcro na Resolução nº 26/2013, que estabelece o mecanismo de participação popular na tramitação das proposições legislativas no Senado.

O PLS 658/2007, que altera a Lei de nº 1.411, de 13 de agosto de 1951, para atualizar a regulamentação do exercício da profissão de Economista é da relatoria do Senador Romero Jucá Filho.

 

Seu voto é muito importante!

Acesse:

https://www12.senado.leg.br/ecidadania/principalmateria?palavraChave=PLS+658%2F2007

 

 

 

Prêmio Nobel de Economia

Oliver Hart e Bengt Holmström, Prêmio Nobel de Economia 2016

O Banco da Suécia concede a eles o prêmio de maior prestígio das ciências econômicas por sua contribuição para as ‘Teorias dos Contratos’

ANTONIO MAQUEDA

Madri

O Banco da Suécia concedeu o prêmio Nobel de Economia 2016 a Oliver Hart e Bengt Holmström, por sua contribuição à Teoria dos Contratos, que analisa os comportamentos da contratação no mundo empresarial e seus diversos efeitos. Por exemplo, estuda se os professores e funcionários de prisões devem ter remunerações fixas ou variáveis. E desenvolve teorias sobre como estabelecer a remuneração dos diretores de uma empresa (e seus salários variáveis ou bônus) de forma que os acionistas sejam beneficiados e se crie um maior valor em médio e longo prazo.

Holmström, de 67 anos, nasceu em Helsinki (Finlândia) e é professor da Universidade de Harvard. Hart, de 68 anos, nasceu em Londres (Reino Unido) e é professor do Massachusetts Institute of Technology. A Academia afirmou que a decisão de premiar os dois economistas responde a “sua contribuição para a teoria dos contratos”, destacando a importância das ferramentas teóricas criadas pelos dois para compreender o efeito real dos acordos trabalhistas, as remunerações das empresas e instituições e os riscos potenciais no desenho dos contratos.

Leia Mais