SALA DO ECONOMISTAS É INAUGURADA NA ACRN.

O SINDECON-RN em parceria ACRN inauguraram a Sala do Economista, nesta terça-feira (16), situado no tradicional bairro da Ribeira, Natal/RN, em frente à Junta Comercial do Estado.

O ambiente representa um marco para as duas entidades, nas palavras do Economista Robespierre, diretor do Sindicato, para a prestação de serviço ao associado da ACRN e mais uma oportunidade para o economista expor e colaborar com suas ideias e resoluções necessárias. Leia Mais

O Dia dos Professores

Dia dos Professores é comemorado no Brasil anualmente em 15 de outubroNo dia 15 de outubro de 1827, Dom Pedro I, Imperador do Brasil, decretou uma Lei Imperial responsável pela criação do Ensino Elementar no Brasil (do qual chamou “Escola de Primeiras Letras”), e através deste decreto todas as cidades deveriam ter suas escolas de primeiro grau.
O decreto também continha o salário dos professores, as matérias básicas e até como os professores deveriam ser contratados. Leia Mais

CORECON/RN DECIDE POR CONGELAMENTO ANUIDADES

Em decisão tomada na última sessão plenária do Conselho Regional de Economia- Corecon/RN, ficou decidido que a manutenção do Congelamento dos preços das anuidades do economista para o exercício de 2019.

O presidente, Ricardo Valério, ressalta a postura sensata e equilibrada de todos conselheiros que compõe o Conselho, que levou a correta decisão do colegiado pela manutenção dos mesmos preços dos últimos três anos, congelando as anuidades. Leia Mais

Sindicato inaugura Sala do Economista

O SINDECON-RN – Sindicato dos Economistas do Estado do Rio Grande do Norte, em parceria com ACRN- Associação Comercial e Empresarial do Rio Grande do Norte, neste 16 de outubro às 16:30, estarão inaugurando a SALA DO ECONOMISTA, local onde os empresários e colaboradores poderão contar com assessoria econômica de economistas, para orientações em suas dificuldades empresárias nas áreas de econômica, mercadológica e economia doméstica. Leia Mais

Americanos unem clima, inovação e economia e vencem o Nobel de Economia

50º prêmio Nobel de Economia foi atribuído nesta segunda-feira aos americanos William Nordhaus e Paul Romer, por integrarem a mudança climática e a inovação tecnológica ao crescimento econômico, aliando assim clima, inovação e economia.

Os dois premiados “desenvolveram métodos que abordam alguns dos desafios mais fundamentais e prementes de nosso tempo: combinar o crescimento sustentável a longo prazo da economia global com o bem-estar da população do planeta”, afirmou a Academia Real de Ciências. Leia Mais