Economistas conquistam preferência da mídia Potiguar.

Não há dúvidas que os economistas criaram e galgaram um protagonismo excepcional, indo para linha de frente, debater analisar opinar e sugerir soluções para as demandas urgentes de nossa economia, destas, muitas foram e serão adotadas em todos os níveis dos entes da República, desde o Executivo Federal aos menores dos municípios se entendendo ao Legislativo e Judiciário.

É fato, os economistas saíram das academias e tomaram conta das mídias, pois, havia, e ainda há, uma imensa necessidade de descongestionar o gargalho de notícias sobre crise econômica, com uma linguagem direta simples onde a grande massa pudesse absorver de maneira fácil, e assim, compreendesse causas e efeitos de lidar com suas finanças e paralelamente sobrepor o mesmo conceito sobre a crise que assola o país, estados e municípios.

Assim sendo, os economistas continuam em alta nas demandas por entrevistas seguem esclarecendo, tirando dúvidas e esmiunçando temas, até então complexos, com singeleza e compreensividade a seus interlocutores gerando a grande credibilidade alcançada pela categoria. Há algum tempo, era comum contadores e administradores em entrevistas sobre temas econômicos, não que eles não possam, mas se torna evidente que o economista conquistou credibilidade e a preferência da mídia Potiguar.

O entrevistado de hoje, (22), do Bom Dia RN, foi o ex-presidente do Corecon-RN, o economista Jurandir Nóbrega, que falou sobre a recessão, que ora, se estabeleceu no país, levando apenas seis estados da Federação terem a possibilidade de superá-la em 2019, pondo todos os outros entes restantes, em estado de total flagelo econômico.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website