MARIANA NUNCA MAIS VOLTA A SE REPETIR, EM BRUMADINHO/MG

Depois da Vale do Rio Doce garantir que o Mariana nunca mais a tragédia volta a se repetir em Minas Gerais.

Que Deus proteja a população atingida por mais um trágico acidente ambiental, que poderiam ter sido ser evitado, com um plano de manejo ambiental e com medidas mais preventivas eficazes.

Na China, na França e outros países, já se desenvolvem tecnologia de reaproveitamento dos dejetos das barragens de mineração e carvão em produtos para a construção civil, com a reciclagem dos dejetos em blocos de cimentos e até produção de porcelanato, que o Brasil é uns dos consumidores costumaz.

Somos um país continental e com rica exploração mineral e ferros. Precisamos urgentemente que o Brasil incorpore novas tecnologias e seja dada um prazo para acabar com essas barragens até 2030, no máximo, pois nos países mais desenvolvidos, elas estão sendo eliminadas de forma sustentável, com a reciclagem dos dejetos, de forma rentável e sem colocar em risco tantas vidas.

Será que nem com a enorme tragédia de Mariana, não serviu de exemplo, para as autoridades ambientais traçar um plano de manejo, capaz de evitar tais tragédias anunciadas e com alto poder de destruição ambiental e risco para a população e que também pudesse acabar com as centenas de barragens existentes no país?

E o mais grave, minha gente, que a barragem que foi rompida estava desativada e sem produção. Cabe-nos questionar, por quê não foi dada uma destinação mais adequadas de reciclagem aos dejetos de forma mais prudente e racional?

Será que nem as lembranças dos desastres de Mariana, conseguiram fazer que um simples alarme, avisando a população fosse acionado? Se nem isto conseguiram, não nos surpreender de que as autoridades ambientais não tenham tido tempo, de exigir medidas cautelares e o acidente de Marina não serviu de alerta para todo o Brasil, há pouco mais de quatro anos, de triste lembrança.

Dessa vez no Brasil, nem após as portas e comportas serem arrombadas, tivemos vergonha na cara de fechá-las.

O Corecon/RN se solidariza com os irmãos mineiros e todas as famílias e pessoas atingidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website