Vice-Presidente do Corecon-RN fala sobre dívidas do cartão de crédito e Dia Livre de Impostos.

Semana cheia e movimentada para nosso vice-Presidente do Corecon-RN, o economista Ricardo Valério, que além da sua coluna diária no jornal da 98FM, falando exatamente de economia com temas extremamente pertinentes, concedeu entrevista duas entrevistas somente nesta semana, no Bom dia RN, na quarta feira (29) e sobre dívidas no Cartão de crédito e ontem no RN2, da InterTv Cabugi, afiliada da Rede Globo, na qual discorreu sobre “O Dia Livre de Impostos”. Movimento nacional que se estendeu por mais de 150 cidades por todo o país, com o intuito de demonstrar mais claramente, a população o tamanho da carga tributária que incide nos ombros do cidadão brasileiro e das empresas. Aqui, na cidade do Natal, a ação foi encampada e liderada pela CDL – Jovem da Câmara de Diretores Lojista. 

Assim, Ricardo Valério, expôs a grande demanda da carga tributária que ao invés de gerar emprego, benefícios sociais na educação, saúde e segurança pública, não corresponde a realidade e muito menos as expectativas do cidadão, pois, recebe muito aquém de suas necessidades, o que, certamente, com tamanha expressiva arrecadação de impostos dos governos federal, estadual e municipal, em função muitas vezes pela baixa qualidade dos serviços prestado aos cidadãos, em forma de benefícios. 

Disse ainda, que o peso dos impostos, que vão de 12% a 70 %, são tributados sobre o consumo e não sobre a renda, não é equânime, do ponto de vista de justeza, pois, quem ganha menos paga igual aqueles que têm um salário maior, na compra de qualquer produto final.

O vice-presidente do Corecon/RN, jogou luz na pressão dos impostos em cima dos caixas das empresas, que em muitos casos, as impedem de se desenvolverem, criarem novos postos de emprego, investirem em tecnologia ou mesmo, uma estratégia de ação de médio ou longo prazo, pois, são sufocadas pela força da “ mordida do leão”, empurrando muitas destas empresas do setor industrial, comércio e serviços a fecharem suas portas, ampliando assim, os bolsões de desempregos e atravancando o desenvolvimento do país.

Ricardo, fez ainda um paralelo entre o pesado volume tributário arrecadado pelo Brasil e outros países. São os nossos economistas do Corecon/RN, participando ativamente dos grandes temas que envolvem, nossa cidade, estado e o país, levando esclarecimentos e análises bem balizadas a toda sociedade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website