Corecon-RN: dupla vitória

Intransigente na permanente vigilância da defesa dos direitos e na valorização dos economistas, mais uma vez o Corecon-RN sente-se com o dever cumprido e fortalecido para seguir em frente nesta luta diária a favor da categoria.

Percebendo uma falha no Edital do Concurso da Prefeitura de Lajes, para duas vagas de Auditor Fiscal, na qual deixava de fora os economistas, o Conselho de forma ágil, de imediato constituindo ação junto ao TJ/RN, na qual questionava e exigia a suspensão do edital do Concurso Público da Prefeitura Municipal de Lajes/RN, em que disponibilizava para o cargo de Auditor Fiscal, fossem inclusos os economistas.  A Comissão Organizadora, foi forçada a emitir nota sobre a não aplicação das provas para o cargo de Auditor Fiscal.

Retificado o Edital obedecendo aos parâmetros da decisão jurídica, com reabertura das inscrições exclusivamente para Auditor Fiscal (cargo nº. 01) e divulgação do novo cronograma para o cargo. Concurso realizado e, não para surpresa nossa, pois, somos sabedores da capacidade de nossos economistas, tivemos o economista Ailton Teixeira de Almeida, filiados do Corecon-RN, que passou.

“Não podíamos ficar inertes vendo um edital público ter tamanha falha, ou por falta de conhecimento ou negligência deixar de fora os economistas, que para vaga de auditor fiscal, certamente, tem uma preparação robusta, então buscamos a justiça, a qual nos deu ganho de causa, foi suspenso o concurso, refeito, corrigido o erro, pondo os economistas e agora, no final do certamente, temos um economista que passou, isto prova que estávamos e estamos no caminhos certo, na defesa dos economistas e de nossa entidade”, explicou, o Presidente do Corecon-RN, Wagner Puerta.

Também seguindo o mesmo raciocínio, o Vice-Presidente, Ricardo Valério, foi contundente: “Seria um erro crasso nosso, ter deixado passar aquele edital sem beneficiar os economistas, deixando-os de fora. Entretanto, há no Corecon-RN, uma permanente preocupação e atenção com os acontecimentos inerentes a categoria e qualquer oportunidade de inserir um economista no mercado de trabalho, seja ele privado ou público, o faremos com todas as nossas forças e usando todos os meios legais, inclusive a justiça, como foi o caso e, no final, sabemos que o resultado foi positivo, com o economista Ailton Teixeira de Almeida que passou no concurso”, explanou Ricardo Valério, Vice-Presidente do Corecon-RN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website