Desenvolvimento social, econômico e ambiental sustentável na produção de banana nos vales úmidos potiguares: um estudo do assentamento no Vale do Punaú

Esta nota técnica se baseia na análise de uma experiência de ações integradas que contam com a participação de diversos órgãos, a saber: EMBRAPA), IDEMA), EMATER), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Banco do Nordeste e associações de produtores de Rio do Fogo e Maxaranguape. Cabe destacar, e parabenizar, que a coordenação e mobilização do grupo é realizada pelo senhor Sebastião Francisco de Menezes, do IDEMA, que tem feito diversas articulações para proporcionar cursos, distribuição de mudas para os produtores rurais e integração de diversas instituições.

Esse grupo de organizações passou a acompanhar de perto o desempenho de um assentamento rural na região do Vale do Rio Punaú que tem como uma das principais culturas a produção de banana. O grupo dá suporte a Associação de Apoio ao Desenvolvimento Rural Sustentável Paraíso São Francisco (Rio do Fogo). A Associação é um empreendimento familiar, no qual se elaboram e implementam os projetos do grupo. O intuito de todas as ações desenvolvidas é o desenvolvimento social, econômico e ambiental sustentável…

Baixar Conteúdo completo em PDF: Nerur_NOTA TÉCNICA 04

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website