Corecon-RN-Observatório Covid-19: Índice de preço ao consumidor teve recuo

O Presidente do Corecon-RN, Ricardo Valério, comenta sobre a divulgação, com surpresa do índice de preço ao consumidor amplo que obteve um recuo acentuadamente negativo na ordem de 0,38%, a maior deflação desde 1980. Um dos fatores, obviamente, que contribuíram diretamente para isto, foi a queda dos combustíveis em 4.56% e 0,24%, somente na área dos alimentos, muito embora isto não chegue de forma concreta nas gôndolas dos supermercados.

Segundo estimativas do mercado este mês de deflação, já que os combustíveis voltaram a reagir seus preços, como também o aumento no gás de cozinha. Já o índice de preço ao consumidor de Natal/RN, calculado pelo Governo do Estado, o Idema, através da Coordenadoria dos Estudos Sócios e Econômicos, teve maio com uma variação negativa de 0,23% em relação a abril, com esse resultado a variação no ano ficou em 1,33%. A boa notícia é que há uma expectativa da queda da taxa Selic entre 0,50% e 0,75%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website