Nota técnica da Comissão de Desenvolvimento Regional sobre a pandemia e as desigualdades regionais

A Comissão de Desenvolvimento Regional do Cofecon, da qual o Presidente do Corecon-RN, Ricardo Valério faz parte, coordenada pelo conselheiro federal Lauro Chaves Neto, elaborou a nota técnica “A pandemia e as desigualdades regionais”. O documento foi aprovado na 697ª Sessão Plenária Ordinária, realizada no dia 05 de junho de 2020.

 

Segundo os economistas, as políticas de isolamento como medida de prevenção à Covid-19 impactam a sociedade de formas diferentes. “As atuais políticas de isolamento possuem um impacto relativamente menor entre as classes média e alta, e maior entre os mais vulneráveis, trabalhadores informais e pequenos negócios, gerando perda de renda para muitas famílias e empresas, significando que o nível de dívida do setor privado poderá inviabilizar a capacidade de pagamento frente aos fluxos de caixa esperados em uma possível depressão, podendo ocasionar um efeito dominó de inadimplência e uma onda de falências”, aborda o documento.

No texto, a Comissão informa que, no Brasil, o desemprego deve fechar em 17,8% da População Economicamente Ativa (PEA), segundo a PNAD Contínua, e que a desocupação entre os jovens de 18 a 24 anos saltou de 23,8% no último trimestre de 2019 para 27,1% no primeiro trimestre de 2020 (no Nordeste, 34,1%).  “Por isso são esperados agravamentos nas situações regionais, sobretudo para a população mais vulnerável. Também devem ser acentuadas as questões de desigualdade de gênero e raça”.

Acesse aqui para baixar: Nota- Pandemia e Desigualdades Regionais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website