Abertura gradual e cuidadosa da economia do estado é necessária

O Conselho Regional de Economia- Corecon-RN, vinha nos últimos dias sendo favorável a abertura gradual e cuidadosa da economia do Estado, na medida em que os índices de transmissibilidade e ocupações das UTI’s, iniciasse a redução das pressões, o que começar a ocorrer, sinalizada com a queda dos atendimentos nas UPA’s e UTI’s.

Como potiguares e observadores do cenário da Economia e da própria Pandemia, apelamos a nossa população e aos comerciantes envolvidos na Primeira Fase de liberação Gradual da Economia, que sigam rigorosamente as condições dos protocolos de acordo com a natureza de suas atividades, para que possamos evoluir as demais fases seguintes, para que não tenhamos nenhum risco de regressão a liberação

O setor do varejo e serviços são dois dos mais importantes da economia potiguar, já amargaram mais de 300 milhões de perdas, cerca de 14 mil empregos perdidos e o Governo estima uma perda total de cerca de 1 bilhão até o final do ano. Assim, é urgente começarmos a recuperação da Economia Norte-rio-grandense. E, para isto é fundamental que a população entenda que temos doravante um “Novo Normal” que requer o uso de máscara em locais públicos, além, das medidas de higiene e distanciamento social.

Apelamos mais uma vez ao Governo Federal, para que os recursos anunciados a disposição das pequenas e médias empresas, sejam destravados, impondo aos Bancos a obrigatoriedade de repassar os recursos dentro dos limites do fundo garantidor de 85% dos valores dos empréstimos, pois da forma como está, os bancos vão continuar oferecendo as suas linhas de créditos próprias,  muito mais caras e inviável para os empreendedores.

À população lembramos que vá às compras com responsabilidade e respeito as normais apregoadas pela OMS, e quem puder ainda permanecer em casa, notadamente os grupos de riscos, que continuem em seus lares, pois a pandemia ainda oferece riscos reais de contágio e às vidas.

Ricardo Valério Costa Menezes
Presidente do Corecon-RN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website