Presidente do Cofecon participa do programa Observatório da Coronacrise nesta sexta-feira

Na sexta-feira, 31 de julho, às 21h, o Observatório da Coronacrise recebe os economistas Antônio Corrêa de Lacerda, professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e presidente do Conselho Federal de Economia (Cofecon); Marta Castilho, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); e Paulo Morceiro, pós-doutorando em Desenvolvimento Industrial na Universidade de Joanesburgo, para discutir o tema “Indústria brasileira: impactos da coronacrise e as transformações necessárias”. A mediação será do também economista Carlos Henrique Árabe, diretor da Fundação Perseu Abramo. Leia Mais

Oficina abordará como construir um ativo econômico pela oralidade

O economista e jornalista Jorge Cury Neto convida para a terceira aula da oficina gratuita “Introdução à Economia da Oralidade”, na qual apresentará como é possível construir um ativo econômico por meio da oralidade. O próximo encontro ocorrerá no dia 28 de julho, das 17h às 18h, e tratará dos seguintes temas: Marca vocal para construir a Marca Pessoal; Monitoramento da fala planejada; e Administração da escuta estruturada. Leia Mais

O Corecon-RN fará homenagem ao economista Celso Furtado em seu centenário

O Corecon-RN, junta-se ao Cofecon e a todo sistema e, em principal, ao Corecon-PB nas comemorações do centenário do renomado professor economista paraibano e grande intelectual brasileiro do século XX, Celso Furtado, ocorrido neste 26 de julho de 2020.

Entretanto, o centenário e homenagens ao economista Celso Furtado está sendo jubilado, não somente nesta data, e sim ao longo de todo o ano. São várias atividades promovidas em todo o país pelos Corecons, entidades civis e em especial o Cofecon, uma destas iniciativas realizadas homenageia sua memória e as contribuições para a Ciência Econômica é o Concurso de Resenhas, realizado em parceria com a Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Ciências Econômicas (ANGE), sobre o livro “Formação Econômica do Brasil”. As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 2 de outubro. A iniciativa é voltada exclusivamente a estudantes de graduação em Ciências Econômicas. Leia Mais

Corecon-RN-Observatório COVID-19: Plataformas digitais, novo “normal” à venda de produtos e serviços

Ricardo Valério, Presidente do Corecon-RN, faz uma análise sobre ascensão das plataformas digitais, que nesta pandemia tiveram um crescimento bastante expressivo no país na ordem de mais de 400%, sendo a grande válvula de escape para as grandes, médias, pequenas empresas e toda uma cadeia produtiva que buscava novas maneiras de chegarem a seu público consumidor. Pequena e médias empresas 64% conseguiram manter e até ampliar seus negócios, graças às plataformas digitais.

O Corecon-RN, partiu na frente e, ainda, no período do Dia das Mães, fez uma salutar parceria com o Instituto Metrópole Digital/UFRN, Fecomércio e a startup Vondme que abriu – vale salientar que a parceria continua – para os pequenos e médios negócios. “O que você está esperando, acesse a plataforma e também coloque sua vitrine digital, que a situação do momento, do novo normal”, convocou Ricardo, Presidente do Corecon-RN.

Centro Celso Furtado realiza série de lives comemorativas

A fim de comemorar o centenário de nascimento do economista Celso Furtado, o Centro Internacional Celso Furtado realizará na próxima semana uma série de transmissões ao vivo nas quais discutirão vários aspectos do seu pensamento e sua aplicabilidade no Brasil contemporâneo. As transmissões podem ser assistidas pelo YouTube, no canal do Centro, sempre às 15 horas.

No domingo (26 de julho), data dos 100 anos, haverá o lançamento do volume 15 dos Cadernos do Desenvolvimento, bem como do livro “Celso Furtado. Os combates de um Economista” e da trilogia “Celso Furtado, esperança militante”. Leia Mais

Corecon-RN-Observatório COVID-19: A retomada do crescimento econômico

Ricardo Valério, Presidente do Corecon-RN, comenta sobre a retomada do crescimento do Brasil, que passará necessariamente pela recuperação do setor comercial, que já começou, e pelo setor de serviços, afinal, juntos representam 65% do PIB – Produto Interno Bruto nacional.

Durante a paralização foram perdidos mais de R$ 240 bilhões de vendas e de negócios, 15 mil lojas encerraram suas atividades . No setor de turismo 1 milhão de empregos foram extintos, que não voltarão mais.

Na primeira quinzena de junho estimava-se que no Brasil tínhamos 4 milhões de empresas, sendo 2,7milhões estavam funcionando parcialmente e 18%, isto é, 716 mil empresas fecharam suas atividades definitivamente. O varejo já começou a se recuperar com um crescimento de 14%, o setor de serviço voltando as suas atividades, e com a liberação do Auxílio Emergencial, isto impulsionará nossa economia.

 

Corecon-RN-Observatório COVID-19: O mundo comemora vacina produzida na Universidade Oxford

Ricardo Valério, Presidente do Corecon-RN, comenta sobre a grande e alvissareira notícia vindo da Inglaterra, mais precisamente da respeitadíssima Universidade de Oxford, que fez novas testagens da vacina contra o Coronavírus com resultados extraordinários de imunização. No início de junho já havia demostrado seu entusiasmo pela produção da vacina e que o Brasil seria uma base de testes, com possibilidade do país ser uma unidade de produção para América Latina, o que, de fato, seria um grande avanço para a ciência brasileira.

Por outro lado, faz um protesto e condena o comportamento visto por todos os norte-rio-grandenses, as aglomerações acontecidas, neste último final de semana, nas praias do estado, e principalmente, nas orlas urbanas. Na capital a mais chocante, que tomou proporções perigosas, na notoriamente na bela e mais conhecida de Natal, a Praia de Ponta Negra.

Faz uma reflexão dos decretos dos Governos, os quais mostra que não são um “liberou geral”, mas, um modo de paulatinamente a vida tenha uma certa normalidade e da responsabilidade dos jovens, que ora, estavam naquela multidão, que podem ser um vetores ativos com a possibilidades de levarem o vírus para seus familiares.

Corecon-RN-Observatório COVID-19: Estado do RN lidera ranking de redução dos números de mortes.

Ricardo Valério, Presidente do Corecon-RN, faz comentário sobre as boas notícias relativas aos números de mortes pela Covid-19, no estado, que está em descendência, caindo acentuadamente colocando o território potiguar a liderar o ranking nacional com os menores índices de mortes pelo Coronavírus.

Ricardo não esconde sua alegria, entretanto, continua alertando a todos para a necessidade de seguir rigorosamente os protocolos de cuidados para evitar a contaminação com o vírus. “Estamos todos muitos felizes e cientes de nossas responsabilidades, afinal de contas o Rio Grande do Norte, nas últimas três semanas vem obtendo os melhores índices do país, em ralação aos índices de redução dos números de mortes. Isto somente aumentam às responsabilidades de cada um de nós…” sinaliza o presidente do Corecon-RN.

Corecon-RN-Observatório COVID-19: Agronegócio potiguar perde voo

O Presidente do Corecon-RN, Ricardo Valério, comenta sobre a péssima notícia que atingiu em cheio os fomentadores do agronegócio do Estado do Rio Grande do Norte, que foi a saída do voo da única empresa internacional de cargas, para o aeroporto de Pernambuco, pela falta de logística e redução de demanda.

É uma perda grande com enormes consequências ao agronegócio potiguar, que semanalmente fazia dois voos de 60 toneladas e, que agora, passa a fazer através do aeroporto de Recife, implicando e impactando severamente nos custos operacionais e de transportes.

Isto ocorreu também, muito em função da pandemia, vencida esta etapa, espera-se esforços de todos na recuperação destes voos, para não impor mais essa carga sobre os ombros dos produtores do agronegócio e consequentemente aos governos estadual e municipais perdas de arrecadação.