Mais importante ao RN: A construção do aeroporto Aluízio Alves ou a duplicação da BR 304?

O Presidente do Corecon-RN, Ricardo Valério, faz um comentário sobre o Aeroporto Internacional Aluízio Alves, seu antecessor, o Aeroporto Augusto Severo e a BR304.

Ricardo fala da preocupação de algum tempo dos economistas do Conselho, que vem cobrando, ao logo dos tempos, dos governantes potiguares um planejamento estratégico para o desenvolvimento de infraestrutura. O Governo Fátima Bezerra já ensaiou elegendo o sistema modal, entretanto, foi atropelado pela pandemia.

A construção do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que foi construído para ser um urbe, o que não aconteceu e está sendo devolvido pela Inframérica acumulando um prejuízo de quase R$ 1bilhão, nessa esteira o presidente do Corecon-RN, lembra que na época o Augusto Severo tinha sido eleito um dos melhores aeroportos do Brasil e que poderia muito bem ter sido ampliado atendendo às demandas futuras.

Ricardo, faz um questionamento de bastante pertinente a falta de planejamento e prioridades dos governantes do Rio Grande do Norte. O que seria mais importante, para o Estado? A construção do Aeroporto Aluízio Alves ou ampliação do Augusto Severo juntamente com a duplicação da BR 304, no trecho de Natal/RN à Aracati/CE, interligando Natal/Mossoró/RN a todo nordeste?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website