OPINIÃO – Por que a economia parece tão frágil

Por Martin Wolf – Valor Econômico

10/01/2019 – 05:00

Deveríamos nos preocupar com a situação da economia mundial? Sim – sempre faz sentido se preocupar. Isso não quer dizer que alguma coisa vai dar muito errado no futuro próximo. Ao contrário, a economia mundial parece se encaminhar apenas para uma desaceleração cíclica branda. Muito mais importante é o contexto desfavorável estrutural e cíclico de mais longo prazo, porque ele torna qualquer oscilação de curto prazo muito mais perigosa. Leia Mais

Fala do Presidente

Inicialmente quero agradecer à Deus, aos dignos conselheiros pela confiança, aos ex-presidentes, aos meus pais que sempre foram exemplo e minha esposa pelo apoio.

No dia 08/01/2019, em votação aberta, com os nobres conselheiros, fui escolhido para ser o novo presidente do CORECON-RN e é com muito orgulho e humildade que aceito este desafio. Leia Mais

Conheça 12 economistas que ajudaram a mudar o mundo

Você já ouviu falar de alguns deles: Adam Smith, Karl Marx, John Maynard Keynes? Sim, são todos economistas famosos, mas você conhece suas teorias?

No livro The Great Economists (Os grandes economistas, em tradução livre para português) a economista e jornalista britânica-americana Linda Yueh explica os pensamentos-chave que distinguiram esses e outros nove economistas, e o que eles podem nos ensinar sobre o mundo atual. Leia Mais

Corecon/RN exalta que haja diálogo entre servidores e o Governo

Por Ricardo Valério

O Conselho Regional de Economia do RN, que vem acompanhando desde o inicio da crise dos atrasos dos salários, exalta que é necessário esgotar todas as possibilidades de diálogo, para isto, sabiamente a Governadora Fátima Bezerra instituiu um Grupo Gestor para exercer exaustivamente os debates com as classes e sindicatos representativos dos servidores públicos, afirma o Conselheiro do Corecon-RN, Ricardo Valério Menezes. Leia Mais

Economistas orientam como gastar o décimo

Final de ano chegando, com enormes expectativas com a vinda do décimo terceiro salário e seu correto direcionamento, têm levados os economistas às entrevistas nos principais veículos de comunicação de nossa capital.

Três entrevistas em dois dias, sendo duas o presidente do Corecon/RN, Ricardo Valério Costa Menezes e uma outra com o Economista Jurandir Nóbrega, nos telejornalismo das TV Record, Potiguar Noticais/Band e IntertevCabugi/Bom dia RN, nestas segunda e terças-feiras. Leia Mais

Do espumante ao Panetone, da simples bola de futebol ao simbólico presépio, o Governo enfeita suas finanças com até 80% impostos.

Por Ricardo Valério Costa Menezes – Presidente do Corecon/RN

A data mais simbólica do cristianismo, o ciclo natalino e as celebrações de final de ano, saem muito caros para o cidadão comum.

Como os impostos no Brasil, são sobre o consumo e não sobre o patrimônio e a renda como ocorre na Europa e nos EUA, mas uma vez a população mais humilde é quem mais paga a conta dos caros impostos proporcionalmente à mais do que os ricos. Leia Mais

Informativo referente ao pleito eleitoral de 2018 nos CORECONs

Prezado(a) Economista,

As eleições dos CORECONs neste ano ocorrerão exclusivamente pela internet, por meio do site www.votaeconomista.org.br, das 8h do dia 30 de outubro de 2018 até às 20h do dia 31 de outubro de 2018. Serão eleitos 1/3 (um terço) dos conselheiros efetivos e suplentes dos Conselhos Regionais de Economia, além de delegados eleitores efetivo e suplente para as eleições do Cofecon. Leia Mais

Corecon/RN no CONgest em Mossoró

Seguindo sua programação o V CONgest – Congresso de Economia & Gestão da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), realizado pelo Departamento de Economia da Faculdade de Ciências Econômicas (FACEM/UERN), evento que irá até o dia 31 de agosto. A frente da coordenação dos trabalhos do CONgest o diretor da Facem, o Economistas e Conselheiro Leovigildo Cavalcanti Neto, deu entrevista ao Bom dia, de ontem (27), onde fez uma explanação do Congresso Leia Mais

A Certificação do Perito Economista virá via Exame Nacional

Prezados colegas economistas, temos que começar a discutir sobre o tema “Certificação” para os Peritos Economistas, por ser uma prerrogativa dos tempos atuais, caso queiramos manter o excelente serviço realizado pelo grupo de peritos que já estão atuando de forma persistente, embora seja um mercado de difícil acesso para nossa classe, aja vista as circunstâncias próprias tanto da preparação, quanto da qualificação dos nossos profissionais, que tem sido feito quase que de forma autodidata, se considerarmos que não há uma instituição de ensino no Estado do RN  comprometida com a formação pericial dos Economistas, entretanto, esta dificuldade não afasta ou retarda o que está por vir. Leia Mais