Corecon/RN se solidariza com às famílias dos atletas mortos na tragédia do Rio

O Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte – Corecon/RN, se solidariza com todos e, principalmente, com as famílias que choram a morte dos seus jovens filhos e atletas do Flamengo, que pereceram no trágico incêndio no alojamento do Centro de Treinamento, conhecido como Ninho do Urubu, ocorrido na madrugada de 8/2/2019. Interrompendo os sonhos destes garotos e de suas famílias. Leia Mais

Artigo – Brasil, Estados Unidos, China

A paisagem mundial é marcada pelo conflito entre os Estados Unidos e a China. Esse conflito vai perdurar pelas próximas décadas. A China, que já tem a maior economia do planeta (em paridade de poder de compra), deve continuar crescendo e ganhando peso relativo vis-à-vis dos EUA e da economia mundial como um todo. Os americanos vêm lidando mal com essa ascensão. Leia Mais

O Dia Mundial do Câncer

O Dia Mundial do Câncer é um dia internacional marcado em 4 de fevereiro para aumentar a conscientização sobre o câncer e incentivar sua prevenção , detecção e tratamento . Dia Mundial do Câncer foi fundada pela União de Controle do Câncer Internacional (UICC) para apoiar os objetivos da Declaração Mundial do Câncer , escrito em 2008. O principal objetivo do Dia Mundial do Câncer é reduzir significativamente a doença e morte causada por câncer  e é uma oportunidade para reunir a comunidade internacional para acabar com a injustiça do sofrimento evitável do câncer. Leia Mais

OPINIÃO – Por que a economia parece tão frágil

Por Martin Wolf – Valor Econômico

10/01/2019 – 05:00

Deveríamos nos preocupar com a situação da economia mundial? Sim – sempre faz sentido se preocupar. Isso não quer dizer que alguma coisa vai dar muito errado no futuro próximo. Ao contrário, a economia mundial parece se encaminhar apenas para uma desaceleração cíclica branda. Muito mais importante é o contexto desfavorável estrutural e cíclico de mais longo prazo, porque ele torna qualquer oscilação de curto prazo muito mais perigosa. Leia Mais

Fala do Presidente

Inicialmente quero agradecer à Deus, aos dignos conselheiros pela confiança, aos ex-presidentes, aos meus pais que sempre foram exemplo e minha esposa pelo apoio.

No dia 08/01/2019, em votação aberta, com os nobres conselheiros, fui escolhido para ser o novo presidente do CORECON-RN e é com muito orgulho e humildade que aceito este desafio. Leia Mais

Conheça 12 economistas que ajudaram a mudar o mundo

Você já ouviu falar de alguns deles: Adam Smith, Karl Marx, John Maynard Keynes? Sim, são todos economistas famosos, mas você conhece suas teorias?

No livro The Great Economists (Os grandes economistas, em tradução livre para português) a economista e jornalista britânica-americana Linda Yueh explica os pensamentos-chave que distinguiram esses e outros nove economistas, e o que eles podem nos ensinar sobre o mundo atual. Leia Mais

Corecon/RN exalta que haja diálogo entre servidores e o Governo

Por Ricardo Valério

O Conselho Regional de Economia do RN, que vem acompanhando desde o inicio da crise dos atrasos dos salários, exalta que é necessário esgotar todas as possibilidades de diálogo, para isto, sabiamente a Governadora Fátima Bezerra instituiu um Grupo Gestor para exercer exaustivamente os debates com as classes e sindicatos representativos dos servidores públicos, afirma o Conselheiro do Corecon-RN, Ricardo Valério Menezes. Leia Mais

Economistas orientam como gastar o décimo

Final de ano chegando, com enormes expectativas com a vinda do décimo terceiro salário e seu correto direcionamento, têm levados os economistas às entrevistas nos principais veículos de comunicação de nossa capital.

Três entrevistas em dois dias, sendo duas o presidente do Corecon/RN, Ricardo Valério Costa Menezes e uma outra com o Economista Jurandir Nóbrega, nos telejornalismo das TV Record, Potiguar Noticais/Band e IntertevCabugi/Bom dia RN, nestas segunda e terças-feiras. Leia Mais

Do espumante ao Panetone, da simples bola de futebol ao simbólico presépio, o Governo enfeita suas finanças com até 80% impostos.

Por Ricardo Valério Costa Menezes – Presidente do Corecon/RN

A data mais simbólica do cristianismo, o ciclo natalino e as celebrações de final de ano, saem muito caros para o cidadão comum.

Como os impostos no Brasil, são sobre o consumo e não sobre o patrimônio e a renda como ocorre na Europa e nos EUA, mas uma vez a população mais humilde é quem mais paga a conta dos caros impostos proporcionalmente à mais do que os ricos. Leia Mais