“Semana do Economista” acontece em Natal até sexta-feira

Palestras, homenagens e ações voltadas à população estão na programação

Desenvolvimento socioeconômico do Brasil, crise e responsabilidade são apenas algumas características que remetem ao profissional de Economia que, nestes dias, comemoram a Semana do Economista 2016 através de palestras e ações voltadas à população. Na noite da segunda-feira (8) “A questão do Federalismo no Brasil” foi discutida pelo professor Dr. Francisco Lopreato (UNICAMP), especialista em Política Fiscal. O evento segue até sexta-feira (12) com tema “A encruzilhada da Economia Brasileira: Crise e Perspectivas”.

Semana do Economista 2016_ Segunda 8 (5)

Foto: cedida

Leia Mais

CORECON-RN programa palestras e ações em comemoração ao Dia do Economista

Para valorizar a profissão de economista e àqueles que fazem dela a sua responsabilidade em prol do desenvolvimento socioeconômico do Brasil, o Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte (CORECON-RN) em parceria com a ADURN (Associação dos Docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte) – SINDICATO, com o Departamento de Economia – CCSA/UFRN e o Sindicato dos Economistas do Rio Grande do Norte (SINDECON-RN) promovem de 8 a 12 de agosto, em Natal, a Semana do Economista 2016, com tema: “A encruzilhada da Economia Brasileira: Crise e Perspectivas”, alusiva à comemoração ao Dia do Economista, 13 de Agosto, e segue para o interior do Estado até o dia 26 com diversos temas.

Leia Mais

COMUNICADO

PUBLICAÇÃO DO EDITAL ELEIÇÃO 2016

Comunicamos que foi publicado no Diário Oficial do Estado e Jornal Tribuna do Norte, o Edital de Convocação de Eleições do CORECON-RN. A eleição prevê a renovação de um terço dos Conselheiros Efetivos e Suplentes de seu Plenário e, também, do Delegado-Eleitor Efetivo e Suplente. O Edital completo encontra-se no site www.corecon-rn.org.br e fixado na sede do Conselho, situada na Rua Princesa Isabel, 815, Cidade Alta, Natal/RN.

Leia Mais

“Desafios da Economia Brasileira”- SINCE acontece em Natal próximo mês

Evento reúne economistas de todo país 

Atual e instigante, o XXV Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia – SINCE, que acontece este ano em Natal, de 31 de agosto a 3 de setembro para receber economistas de todo Brasil traz, como tema principal para as discussões que permearão as mesas, a temática que vem causando mudanças no país, com a palestra “Desafios da Economia Brasileira: Previdência e Assistência Social como instrumento para a redução da desigualdade no Brasil”, ministrada por Milko Matijascic, técnico em Planejamento e Pesquisa no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA).

O primeiro dia (31/08) do Simpósio, com início às 19h, será marcado pela solenidade de abertura, tendo presença dos presidentes Ricardo Valério, do Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte (CORECON – RN); Júlio Miragaya, Conselho Federal de Economia (COFECON); Manuel Enriquez, da Ordem dos Economistas do Brasil (OEB); Juarez Trevisan, Federação Nacional dos Economistas (FENECON) e demais autoridades convidadas. Leia Mais

Artigo – O PIB e as desigualdades econômicas no Rio Grande do Norte

Por Joacir Rufino de Aquino
(Economista, professor e pesquisador da UERN)

O fraco desempenho da economia do Rio Grande do Norte (RN) nos últimos anos tem causado preocupação em vários setores da sociedade. O próprio Governador Robinson Faria, quando ainda não ocupava o atual cargo de poder, externou sua inquietação sobre o assunto em um artigo publicado na imprensa local, com o sugestivo título: “PIB no RN é Produto Interno Baixo” (Tribuna do Norte, 13/01/2013, p. 2). Na sua opinião, a letargia da administração estadual da época não favorecia o avanço e eram necessários investimentos de peso para acelerar o ritmo de crescimento da produção de riqueza potiguar.

Leia Mais

Revista Economistas – Nova edição já está disponível

A Revista do Conselho Federal de Economia – COFECON, Economistas, ano VII – n°20, de Junho de 2016 já está publicada e traz em suas páginas informações sobre o XXV Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia – SINCE que este ano acontece em Natal – RN, de 31 de agosto a 3 de setembro.

A edição, com chamada principal “Crise Brasileira e as perspectivas econômicas comparadas às de outros países emergentes e blocos econômicos” expõe debates voltados ao momento financeiro do Brasil e do Mundo, eventos de economia que acontecem durante o ano, além de artigos e atualidades.

Confira na íntegra http://www.cofecon.org.br

Agência oficial de viagem do SINCE e da Gincana Nacional de Economia 2016

De 31 de agosto a 3 de setembro, Natal será sede para o XXV Simpósio Nacional dos Conselhos de Economia – SINCE. Uma oportunidade para conselheiros, economistas, palestrantes, funcionários e estudantes de trocar experiências e informações voltadas à movimentação econômica do país, novas ideais, sustentabilidade e melhoria do sistema COFECON.

Pensando em facilitar a logística operacional de todos, a organização do Simpósio 2016 destinou uma agência oficial de viagens para providenciar reservas de hotéis, passeios turísticos, passagens aéreas e demais comodidades com preços diferenciados através da MICHELLE TOUR, uma das mais conceituadas agências do Nordeste, parceira do CORECON-RN neste evento.

Leia Mais

Artigo – O desemprego no Brasil e no Rio Grande do Norte

Por Aluísio Alberto Dantas 1

O emprego da mão de obra é destacado como importante elemento de política socioeconômica por tratar-se da condição em que o homem encontra a sua dignidade no exercício do trabalho humano. O trabalhador empregado é o agente econômico transformador de riquezas e de bem estar social, produz bens e serviços demandados pelo mercado e indispensáveis às necessidades humanas e gera o fluxo de renda que permita a manutenção pessoal e familiar.

O trabalho é um direito fundamental do homem, pois é necessário para formar e manter uma família, ter direito à propriedade, ao bem comum da família humana e à justiça social. A desocupação do trabalhador, ao contrário, é uma condição que compromete a dignidade humana, a justiça social e contribui para o desequilíbrio dos mercados de bens, serviços, fatores de produção e da “sociedade doméstica”. A desocupação da mão de obra reduz o fluxo de renda e o poder de compra das pessoas, podendo comprometer o consumo e a aquisição dos meios de subsistência das famílias, influenciar situações de conflitos e de crises pessoais e cujas repercussões podem ser negativas em atitudes psicossociais e para o equilíbrio social.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou em 19/5/2016, a ‘Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD Contínua’ sobre o mercado de trabalho brasileiro no 1º trimestre de 2016. São informações que contribuem para o estudo do desenvolvimento socioeconômico, por expressar a realidade da inserção da população no mercado de trabalho, suas diversas características principais e outras formas de trabalho, tais como o trabalho infantil, migração, habitação, fecundidade, nupcialidade etc. As informações da PNAD foram coletadas em 211 mil domicílios de todo o território brasileiro e descrevem indicadores que foram desenvolvidos com base em novos conceitos, definições e nomenclaturas de acordo com as recomendações da Organização Internacional do Trabalho – OIT, adotadas na última Conferência Internacional dos Estatísticos do Trabalho. 2

Leia Mais

Etapa Estadual – Competição adiada

Etapa Estadual da VI Gincana Nacional de Economia adia competição para início de junho

O Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte – CORECON-RN com o objetivo de oportunizar para que mais estudantes possam participar da VI Gincana Nacional de Economia adiou para o dia 7 de junho a realização da competição final, Etapa Estadual, que estava marcada para a última terça-feira (24). Leia Mais