Corecon/RN ver efeitos positivos na consolidação do carnaval de rua de Natal

Embora não disponhamos dos números oficiais, normalmente divulgadas pela Fecomercio, que certamente o fará nos próximos dias, seguramente com base nas estimativas de crescimento sinalizados pela Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo – CNC, de um faturamento geral do Carnaval pelo país afora, de mais de 6,6 bilhões, o carnaval de Natal, deva se aproximar da cifra de R$ 100 milhões, já que no ano passado num movimento menor do que a grandiosidade desde ano, segundo a Fecomercio, a festa de Momo gerou cerca de R$ 61,4 milhões, assim não será surpresa se superar, até mesmo os 100 milhões. Leia Mais

Três economistas empossados na Jucern, nesta quarta-feira.

Os economistas Cândido Gabriel, Vice-Presidente do Corecon/RN Ricardo Valério, Daltro Freire de Paiva e Celso Arnaldo.

Na manhã desta quarta-feira (27), às 11h, na sede da Junta Comercial do Estado do rio Grande do Norte, O Corecon/RN se fez presente, na pessoa do Vice-Presidente Ricardo Valério, para prestigiar a posse da nova diretoria e novos vogais. A solenidade contou ainda com a presença do vice-governador do Estado, Antenor Roberto. Leia Mais

Anuidade 2019, para o vencimento de fevereiro/2019

Prezado (a) Economista e Tecnólogo em Gestão Financeira.

Informamos que em 05/12/2018, foi enviado via CORREIOS, boleto bancário, referente a anuidade 2019, com a opção de pagamento até 28/02/2019, com desconto de 5%. Valor da anuidade 2019, para 28/02/2019 R$ 501,60 (quinhentos e um reais e sessenta centavos), caso o Profissional não tenha recebido, entrar em contato com este Regional pelos e-mails [email protected], [email protected], ou pelos celulares (84) 98602-5973 (Oi), 99709-1652 (Tim) e 99152-4577 (Claro Whatsapp). Leia Mais

Senador Jean Paul-Prates Também se mostra contrário a fusão do BNB.

A exemplo de um artigo de autoria do vice-presidente do Corecon/RN, o Economista Ricardo Valério, que conclama os governadores do Nordeste, a classe política e empresarial, para se unirem numa mobilização suprapartidária, em defesa do fortalecimento dos bancos regionais BNB E BASA.

Os bancos regionais vêm sofrendo com essas ameaças ainda no Governo Temer, e agora, pelo governo Bolsonaro. A ideia de Paulo Guedes, é fundir os dois bancos de fomento regionais ao BNDS. Leia Mais