O Emprego Formal no Estado do Rio Grande do Norte 2010-2015

Osmar Faustino de Oliveira

Economista – Graduado na UFRN

 

Introdução

A classe trabalhadora no século XXI, em íntegra era da globalização, fragmentada, como também mais heterogênea e ainda mais diversificada. Pode-se verificar, uma detrimento significativo de direitos e de sentidos, em reciprocidade com o caráter destrutivo do capital vigente (ANTUNES, 2004).

O Mercado de trabalho é a relação entre a oferta de trabalho e a busca de trabalhadores, e o conjunto de pessoas ou empresas que em época e lugar determinados, provocam o surgimento e as condições dessa relação. O Trabalho Mutável pode ser percebido a partir de óticas diferentes. Assim, trata-se de uma categoria mutável, mesmo considerando exclusivamente o pensamento ocidental. Múltiplas interpretações, o ato de trabalhar é concebido e assimilado de acordo com os padrões vigentes em cada sociedade e há uma multiplicidade de interpretações (APOLINÁRIO, 2013).

Leia Mais

Presidente do Corecon-RN toma possa como Conselheiro Federal

O presidente do Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte – Corecon/RN, Ricardo Valério Menezes, tomou posse como Conselheiro Federal de Economia – Cofecon em solenidade realizada na noite dessa quinta-feira (2), em Brasília. Na ocasião, também foram empossados os demais conselheiros eleitos e o novo presidente do Cofecon, Júlio Miragaya, para o biênio 2017/2018.  Leia Mais

Nota Oficial – Inserções e avaliações dos economistas do Conselho sobre as últimas medidas do Governo Federal

NOTA OFICIAL

CONSELHO REGIONAL DE ECONOMIA DO RIO GRANDE DO NORTE

CORECON-RN

Medidas de estímulo ao crescimento econômico são válidas, embora ainda tímidas para reativarem a economia.

 

1) Embora o Governo Temer tenha saído da inércia nas tomadas de medidas econômicas emergenciais, que já eram para ter sido tomadas desde sua efetivação na Presidência no mês de setembro, e assim, colher os frutos desde então, elas são válidas e vão proporcionar razoáveis estímulos à retomada do crescimento, embora não suficientes para destravar a recessão que se abate sobre nosso país;

2) Não obstante que as medidas anunciadas ontem, isoladamente,  não serem de alto impacto dentro do cenário macroeconômico, passam a ser mais expressivas se  somarmos  a aprovação da PEC do teto e discussão das reformas da previdência, que evidentemente, não podem ter a sua aprovação atropelada como ocorreu com os limites dos gastos por 20 anos. Leia Mais

CORECON/RN realiza última Plenária do ano e define pontos para 2017

Na sexta-feira, 9, foi realizada a última Plenária do ano, do Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte – CORECON/RN. Na ocasião, estavam presentes, o Presidente Ricardo Valério Costa Menezes e o Vice-Presidente Pedro Segundo Mendonça; os Conselheiros Efetivos Celso Arnaldo de Medeiros, Fabíola Andréa Leite de Paula, Francisco de Assis R. da Silva, Ivanaldo Ferreira de Menezes, Leovigildo Cavalcanti de A. Neto, Conselheiros Suplentes Antonio de Lisboa Batista, Aluísio Alberto Dantas, Joana D’arc Davi de Carvalho Rodrigues, Marcos Frederico Carreras Simões, Maria Aparecida R. Januário de Farias e a Gerente Executiva Maria Maíza de Paiva Costa.

plenaria-dez-2016-9-copia

Plenária de Dezembro 2016

Leia Mais

Corecon faz Plano de Modernização para Assembleia Legislativa

Presidente do Sindicato dos Economistas, Sérgio Aragão Mendes, conselheiro Celso Arnaldo de Mendeiros, presidente Ricardo Valério, secretário Carlos Augusto Viveiros e o conselheiro Francisco de Assis R. da Silva

Na sexta-feira (2), o Conselho Regional de Economia – Corecon/RN recebeu o secretário geral da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte (ALRN), Dr. Carlos Augusto Viveiros. Em reunião de levantamento de resultados do Plano de Modernização, encomendado através do presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira de Souza, o secretário expôs satisfação nos números que vêm sendo obtidos desde 2015. Leia Mais

Corecon/RN se posiciona sobre recentes notícias do Banco do Brasil

Para o Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte – CORECON/RN, o fechamento de 402 agências e estímulo à 18 mil aposentadorias é uma tendência ao crescimento dos atendimentos virtuais do sistema bancário mundial e de ganhos de competitividade requerida do Banco do Brasil, no qual entidades de controle do sistema financeiro com a Basileia III vem exigindo para o ordenamento competitivo de um agente financeiro do porte do BB.

O presidente do CORECON/RN, Ricardo Valério Costa Menezes explica que, o anúncio do fechamento de 402 agências, das quais 222 ficam em São Paulo, sete no Rio Grande do Norte e transformação de 379 agências em posto de atendimento, 31 superintendências, além do plano de estímulo à 18 mil aposentadorias voluntárias,  é uma tendência que daqui para frente deverá se estender a todo sistema bancário no país, inclusive, futuramente, atingindo em menor escala possível a Caixa Econômica Federal entre outros Bancos Oficiais.

Leia Mais

Mestrado em Economia na UERN

Processo Seletivo – Turma 2017

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Economia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PPE/UERN) lança edital com o processo de inscrição e seleção para o Mestrado Acadêmico em Economia.

Serão ofertadas sete vagas. As inscrições serão feitas pelo interessado, pessoalmente, ou por procuração (com firma reconhecida em Cartório) no período de 16 de novembro de 2016 a 23 de dezembro de 2016, de segunda a sexta-feira, no horário de 7h30 às 10h e de 14h às 17h, na secretaria do Mestrado em Economia, localizada na Faculdade de Ciências Econômicas, Campus Central, BR 110, Km 46, Bairro Costa e Silva, CEP: 59.600-970.

Leia Mais