Prêmio Nobel de Economia

Oliver Hart e Bengt Holmström, Prêmio Nobel de Economia 2016

O Banco da Suécia concede a eles o prêmio de maior prestígio das ciências econômicas por sua contribuição para as ‘Teorias dos Contratos’

ANTONIO MAQUEDA

Madri

O Banco da Suécia concedeu o prêmio Nobel de Economia 2016 a Oliver Hart e Bengt Holmström, por sua contribuição à Teoria dos Contratos, que analisa os comportamentos da contratação no mundo empresarial e seus diversos efeitos. Por exemplo, estuda se os professores e funcionários de prisões devem ter remunerações fixas ou variáveis. E desenvolve teorias sobre como estabelecer a remuneração dos diretores de uma empresa (e seus salários variáveis ou bônus) de forma que os acionistas sejam beneficiados e se crie um maior valor em médio e longo prazo.

Holmström, de 67 anos, nasceu em Helsinki (Finlândia) e é professor da Universidade de Harvard. Hart, de 68 anos, nasceu em Londres (Reino Unido) e é professor do Massachusetts Institute of Technology. A Academia afirmou que a decisão de premiar os dois economistas responde a “sua contribuição para a teoria dos contratos”, destacando a importância das ferramentas teóricas criadas pelos dois para compreender o efeito real dos acordos trabalhistas, as remunerações das empresas e instituições e os riscos potenciais no desenho dos contratos.

Leia Mais