7 de setembro, pouco a se comemorar

O Presidente do Corecon-RN, Ricardo Valério, comenta sobre o 7 de setembro, data em que todos os brasileiros comemoram o Grito que Dom Pedro I, deu às margens do riacho Ipiranga, e estava sacralizada a Independência do Brasil.

Mas, Ricardo diz que há pouco a comemorar, salvo o dom da vida e da saúde, e o legado que via ficar sobre a pandemia para reflexão o mundo relativo as nossas fraquezas e das necessidades de sermos mais humanos e éticos.

Restando lamentar que muitos brasileiros foram às ruas, o que é normal. no período, pós-confinamento, embora esquecendo o distanciamento social e do uso das máscaras, pouco contribuindo para que a normalização do cotidiano. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website