Economista Robespierre sugere que demanda pressiona preço do combustível para cima ou para baixo

O economista Robespierre do O’Procópio, Diretor do Sindecon-RN, falou, nesta segunda-feira (19), ao RN2 IntertvCabugi, afiliada da Rede Globo, sobre os aumentos dos combustíveis e como funciona o mercado consumidor, no que tange a relação entre cliente e fornecedor, tendo este primeiro o poder de pressionar ou não a demanda fazendo com que isto seja significativo no aumento ou diminuição da produção do produto e consequentemente os preços tendem a acompanhar esta lógica.

O consumidor final pode mudar de comportamento o utilizando outro meio de transporte que não seja a gasolina, gás natural, Diesel, para isto usar bicicletas para curtos trajetos e assim, fugir do alto custo do preço, o qual se mostra no Rio Grande do Norte o segundo mais caro do país, perdendo apenas, para o estado do Acre: “ Na hora que o consumidor diminui o seu consumo de gasolina o posto vai vender menos, a distribuidora vai vender menos, a refinaria vai vender menos, então toda uma cadeia produtiva sofre com isso, a lei do mercado: A oferta está aqui e a demanda diminuiu, então vou ter que adequar a esta oferta. Como é que adequo? Diminuo a produção ou diminuo o preço”, expôs Robespierre.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*
*
Website