O economista Ricardo Valério espera que a taxa Selic entre em queda nas próximas reuniões do COPOM

Na manhã desta quarta-feira,3, o economista e conselheiro do Corecon-RN, Ricardo Valério concedeu entrevista para o BOM DIA RN, da Intertv/Globo:

“O mercado sinaliza para um aumento de 0,50%, passando a Selic para 13,75%, embora estamos na torcida que seja concedido um aumento mais moderado de 0,25% e que de agora em diante, a Selic entre em víeis de queda nas próximas três reuniões seguintes a de hoje, finalizando o ano se não ocorrer nenhum incidente global, entre 12,75 a 13% a.a.

Somente em 2023, devemos ter uma queda mais expressiva a Selic voltando para um dígito, em que pese as dificuldades fiscais e de retomada da inflação no próximo ano, quando o prazo da PEC das bondades for encerrado.

Ressaltamos ainda, que do mesmo modo que temos o Teto dos gastos públicos, que tenhamos um teto para os juros absurdos de mais de 377% do rotativo dos cartões de crédito e mais de 150% dos juros do cheque Especial, a ser aprovado no congresso nacional, onde na existe matéria neste sentido parado e os nossos parlamentares não parte para a discussão.

Acreditamos que o ciclo de aumentos da taxa Selic acabe na reunião de hoje, pois a nossa inflação não é de pressão de uma economia aquecida, mas sim uma inflação de custos e escassez da produção, com a desorganização da cadeia de suprimentos de insumos, iniciada nos dois anos da Covid, e agravada agora pelo conflito da Rússia X Ucrânia. De quase nada vamos freia a nossa inflação com o aumento de hoje, mais as últimas medidas dos bancos centrais por todo mundo, vão pressionar os membros do comitê a conceder de 0,25 a 0,50 de aumento na reunião de hoje.

Lembro que para cada ponto percentual que o Selic aumenta, o custo da nossa dívida pública sobe em mais de R$ 34 bilhões de Reais, assim sendo um tiro no pé no governo e para o mercado e as famílias já bastante endividadas.

Aproveitamos para anunciar, que na próxima semana vamos começar a comemorar o DIA DO ECONOMISTA, fazendo uma ampla campanha durante o mês de agosto, com distribuição de farto material virtual de Dicas Econômicas, palestras e Seminários. O tema da campanha desde ano será, “DINHEIRO SABENDO USAR, NÃO FALTA PARA INVESTIR”. Finaliza Ricardo.

Compartilhe esta notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Skip to content