Corecon-RN-Observatório COVID-19. Muitos Auxílios estão em análise, 620 Mil recebem irregulares.

O presidente do Crecon-RN, Ricardo Valério, comenta sobre a chamada Lei do Gerson, que gosta de levar vantagem em tudo, foi praticado também em relação ao Auxílio Emergencial, que já atendeu 65 milhões, e tem ainda 1,9 milhões com seus cadastros em análises.

O mais negativo de tudo, foi que a CGU – Controladoria Gera da União, chegou as conclusões, que cerca de 620 mil espertalhões, entre eles servidores públicos, militares e até gente de alta renda, com casamento marcado no Caribe, estão indevidamente entre os beneficiários e vão ter que devolver as parcelas pagas já liberadas. Embora, todos que acompanham os comentários do observatório COVID-19 sabem, que o Presidente do Corecon/RN, Ricardo Valerio, vinha defendendo mais 4 parcelas de 600 ou até 400 reias, desde que fossem pagas em mais 4 meses, para melhor aquecer a economia, e notadamente para resguardar as populações mais vulneráveis, por mais meses de garantia de renda mínima, até porque para 3,5 milhões de beneficiários do Auxílio Emergencial foi a única renda usufruída pelas famílias. Valério, defende ainda, um remanejamento no orçamento da união, para transferir os recursos de áreas menos nobre, para poder viabilizar as 4 parcelas ao invés das duas parcelas, em que pese , reconhecer que já foi de fato um avanço o pagamento no mesmo valor das duas parcelas já anunciadas.

PERDA DE ARRECADAÇÃO DO ESTADO CHEGA A MEIO BILHÃO

Em nossos comentários, ainda no final do mês de abril,  já estimávamos que até o final do ano de 2020, que o Governo do Estado, corria o risco de acumular perdas da ordem de um bilhão de reias e, tudo indica, que nossas previsões podem infelizmente a vir a se confirmar, visto que nesta sexta-feira(3), o Secretário de Planejamento do Estado , economista Aldemir Freire, revelou que até o presente momento o estado já perdeu quase meio bilhão de reais. Afora as perdas notadamente mais acentuadas do ICMS e do FPE, o Governo vem tendo gastos adicionais nas campanhas de combate e prevenção da COVID-19, nas aquisições de equipamentos para ampliação de mais 400 UTI’s e contratação de pessoal da área de saúde temporariamente, já tendo gastos cerca de 270 milhões de reais , o que deve agravar o rombo nas contas do Estado, em que pese os repasses compensatórios do Governo Federal.

Concurso de Resenhas Cofecon/ANGE homenageia a obra de Celso Furtado. Inscrições abertas!

O economista Celso Furtado completaria 100 anos em 2020. Uma das iniciativas realizadas pelo Cofecon neste ano para homenagear sua memória e as contribuições para a Ciência Econômica é o Concurso de Resenhas, realizado em parceria com a Associação Nacional dos Cursos de Graduação em Ciências Econômicas (ANGE), sobre o livro “Formação Econômica do Brasil”. As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 2 de outubro. A iniciativa é voltada exclusivamente a estudantes de graduação em Ciências Econômicas. Leia Mais

Curso Perícia judicial Online

Aproveite já a chance de ingressar na atividade de perito judicial. O mercado de perícias oferece grandes oportunidades para os profissionais da área da economia.

– Tenha acesso a uma nova fonte de renda

– Ingresse no mercado logo após o curso

– Ganhe Suporte Técnico de 1 ano, após o curso, com o professor

– Ganhe perfil no Cadastro Nacional de Peritos

– Aprenda com Rui Juliano, perito judicial há 35 anos e autor do Livro Manual de Perícias.

Registrados no CORECON-RN recebem 10% de desconto no curso!

Para maiores informações, acesse:

https://www.manualdepericias.com.br/cursos/cursos-a-distancia/

Conheça a fanpage da Rui Juliano-Perícias: https://www.facebook.com/ruijulianopericias/

PROPOSTA DE CRONOGRAMA PARA ABERTURA GRADUAL

Conforme parecer do comitê científico, a abertura mais adequada será aquela em: 3 fases.

Com 14 dias entres as respectivas fases, totalizando uma transição de: 35 dias de aberturas graduais e fracionadas

Para cada “Fase” de abertura, está previsto um bloco de atividades a serem progressivamente liberadas.

O objetivo é que sejam liberadas inicialmente:
1. Aquelas atividades que economicamente se encontram em situação mais crítica; 2. Atividade com maior capacidade de controle de protocolos e gerem pouca aglomeração Leia Mais

Corecon-RN-Observatório Covid -19: O RN cada vez mais líder no ranking na geração de energia eólica no Brasil

O Presidente do Corecon-RN, Ricardo Valerio, aborda no comentário de hoje para o Observatório Covid-19, que o RN lidera com folga o ranking dos Estados produtores de energia eólica, estando muito a frente da Bahia, Ceará, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Sul, segundo pesquisas divulgadas pelo INFOMERCADO.
O Estado tem atualmente 156 Usinas em operações, 06 em construção, 12 projetos vencedores de leilão, afora 56 projetos contratados, mas sem Construções ainda iniciadas.
Nos últimos anos dez anos , os projetos de energia eólica, atraiu investimentos de mais de 15 Bilhões de reais, sendo iniciadas as primeiras articulações no Governo de Wilma de Faria, tendo o secretário de energia do seu governo , como a liderança que conduziu a atratividade dos primeiros inviatidores, pela grande expertise do atual senador Jean Paul Prates nas questões de energias renováveis.
O nossa visão, o RN deveria usar o enorme potencial de energia renovável e limpa das eólicas e da solar, além do gás e petróleo, para atrair novos investimentos para o RGN, já que o Estado é responsável por cerca de 1/3 da geração de energia eólica do Brasil, assim a forças do ventos do RN, poderá ser um fator para impulsionar a retomada da economia Potiguar.

Corecon-RN-Observatório Covid -19: Presidente do Corecon-RN defende Auxílio Emergencial por mais 4 meses

Ricardo Valério, Presidente do Corecon-RN, faz uma avaliação dos números devastadores da Covid-19 divulgados nesta quarta-feira passada, pelo IBGE, no qual expressam que 172 mil potiguares que praticamente não tiveram renda no mês de maio, número que representa 14% da população norteriograndense economicamente ativa. Outro dado preocupante observado pelo Presidente do Corecon-RN, foi que 420 mil potiguares não procuraram emprego no mês de maio ou por falta de oportunidade ou porque estavam em isolamento social. Este cenário mostra a importância do Auxílio Emergencial, pois a mesma pesquisa demonstra que 50% dos lares potiguares pelo menos uma pessoa foi contemplada com o Auxílio: “Daí a importância de continuarmos defendendo do Auxílio Emergencial permanecer por mais quatro meses”, expressa Ricardo.

Curso on-line PERÍCIA JUDICIAL, EXTRAJUDICIAL E ARBITRAL

 

 

Curso on-line por videoconferência*

PERÍCIA JUDICIAL, EXTRAJUDICIAL E ARBITRAL

32 horas-aula em 8 módulos de 4 horas
Sábados 11, 18 e 25/07; 01, 08, 15, 22 e 29/08/2020
08h30/12h30

 

OBJETIVO: Oferecer informações essenciais ao desempenho das atribuições de Perito do Juízo, Perito Arbitral e Perito Assistente Técnico, em procedimentos judiciais, extrajudiciais e arbitrais.

PÚBLICO-ALVO: Graduados e graduandos em Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Administração e cursos correlatos interessados em conhecer e atuar na área pericial ou atualizar e aperfeiçoar seus conhecimentos, habilidades e atitudes.

METODOLOGIA: Exposição dialogada, subsídios teóricos e exemplos práticos, complementados por vasta gama de documentos digitais e indicação de bibliografia complementar. Leia Mais

Corecon-RN-Observatório Covid -19: Enquanto o Dólar e a Bolsa oscilam o nosso PIB somente aumenta a queda.

Após 3 dias consecutivos de queda do Dólar, nesta quarta e quinta ele voltou a subir, sendo uma forte oscilação no dia 24 e ontem ficou mais estável, graças as intervenções do Banco Central. Já a bolsa de valores continua no sobe e descer, tendo em vista que o mercado está extremamente nervoso e sensível a qualquer noticais da segunda onda da pandemia no Mundo. Mas pelo visto a Bolsa de valores vai continua vulnerável e longe dos rendimentos sustentável de 2019. Por outro lado o FMI, divulgou notícias negativas para o nosso Brasil , com novas estimativas para a queda do nosso PIB , agora de 9,1% , o que será um enorme tombo para a economia nacional , que levará uns dois a três anos para ser recuperar das enorme queda projetada para 2020, embora o mesmo FMI sinaliza um aumento para 2021 dos 2,9% para 3,6%.